dezembro 11, 2019

Diretrizes do Ministério Jovem 2020

Por Pr. Carlos Campitelli em Liderança

Ao olharmos para os desafios da liderança do Ministério Jovem, devemos continuar investindo em conhecer os nossos jovens e empregar maiores esforços na integração deles em fazer igreja.

O Ministério Jovem da Divisão Sul-Americana tem objetivos ousados para nossa juventude, e os dois principais são: tornar cada jovem um discípulo e um missionário. Para que isso aconteça, é fundamental o papel da liderança local. Em continuação, vou descrever as grandes bases, ações, atividades e recursos que envolvem o Ministério Jovem e de que maneira podemos avançar efetivamente para a realização destes dois grandes objetivos propostos. Se sonharmos que cada jovem seja um discípulo e missionário de Cristo, então focaremos nossas iniciativas com base em três pilares fundamentais: Comunhão, Relacionamento e Missão.

 

COMUNHÃO

Para fortalecer a vida espiritual do jovem, será vital adotar três caminhos importantes que são: devoção pessoal, adoração e ensino.

• Estudar a Bíblia diariamente pela leitura e reflexão de um capítulo diário, seguindo o projeto Reavivados por Sua Palavra e a leitura dos livros do Espírito de Profecia.

• Estudar a Lição de Escola Sabatina todos os dias, impulsionando os jovens para que, semanalmente, tenham seu encontro no espaço jovem da Escola Sabatina e compartilhem o que aprenderam. Acesse: mais.cpb.com.br/licao-jovens

• Ler a Meditação Diária. Neste ano, temos um devocional exclusivo para os jovens (Meditação Jovem), escrito pelo Pr. José Venefrides, com o título: “Inegociável”. Acesse: cpb.com.br

• Promover a realização semanal do Culto Jovem e, pelo menos, uma vez por mês, um encontro jovem distrital. Esse espaço será muito importante para o crescimento espiritual, de forma coletiva, da nossa juventude. Basicamente, esse culto deve ter quatro elementos: (a) louvor inspirador (b) oração significativa (c) testemunho motivador (d) mensagem bíblica prática. Acesse: adventistas.org/pt/jovens/projeto/culto-jovem

• Fazer do Acampamento de Verão, no início do ano, uma ferramenta intencional de auxílio para o crescimento espiritual dos jovens. Acesse: adv.st/segurancaja

• Realizar vigílias que possam impactar a caminhada espiritual da juventude.

• Participar ativamente da Semana de Oração Jovem em que, a cada ano, a temática se volte para os jovens e suas necessidades.

• Incentivar a participação em congressos de jovens, que devem funcionar como injeção de ânimo e reforço na comunhão.

 

RELACIONAMENTO

Precisamos incentivar os jovens a viver e ser pastoreados em pequenas comunidades:

• Promover o encontro semanal de sábado na igreja para a Escola Sabatina Jovem. Nesse encontro, deverá haver um programa espiritual, bem planejado e com a participação efetiva de todos os jovens. Uma sala de jovens customizada poderá ser um grande incentivo para que eles tenham seu espaço de relacionamento cristão e crescimento em grupo.

• Participar ativamente dos Pequenos Grupos de Jovens. Esse encontro semanal nas casas tem valor significante para que os jovens desenvolvam amizade; sentido de pertencer; incentivo para a missão; e desenvolvimento dos dons espirituais.

• Incentivar a realização de encontros de socialização entre os jovens, promovendo a recreação (esportes, momentos de confraternização). Isso é importante para o estreitamento de relacionamentos saudáveis dentro da comunidade jovem da igreja local e do distrito.

• Promover ações e estilo de vida cristãos na comunidade de tal maneira que o fator intergeracional (diferenças culturais, valores, aspectos sociais entre jovens e pessoas mais idosas) seja tido como algo importante e que deve ser sempre considerado. Dessa maneira, as novas gerações crescerão e serão guiadas pela geração mais experiente. Essa relação é muito saudável para uma convivência harmoniosa na igreja.

 

MISSÃO

Devemos engajar os jovens na missão da igreja, conforme a comissão evangélica de Atos 1:8: “Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas em…”

Jerusalém:

O desafio é envolver os jovens nas ações de evangelismo da igreja local e motivar cada um a testemunhar do amor de Deus para os familiares, amigos, vizinhos, colegas de faculdade e para todos aqueles que não conhecem a mensagem de salvação.

Rota da amizade – Incentivar cada jovem a testemunhar para um amigo por meio de uma rota de ações e convites que tenham como base o princípio da amizade, para levar esse amigo ao conhecimento das verdades eternas por meio do estudo da Bíblia em conjunto.

Classes Bíblicas– Manter uma classe bíblica para jovens estudantes, tendo em vista a preparação deles para o batismo da primavera.

Ministérios nos campi universitários– Levar cada jovem universitário a ser um embaixador de Cristo nas universidades seculares. Que eles compreendam e assumam o papel relevante como missionários nesses lugares difíceis para a pregação.

Desafios missionários – Promover projetos missionários por meio da Escola Sabatina Jovem, pequenos grupos, num período quinzenal ou mensal, sendo os pés e as mãos de Jesus para a comunidade.

Global Youth Day– Realizar anualmente o programa no Dia Mundial do Jovem Adventista. Os jovens celebrarão esse dia, tendo um culto breve, e em seguida, sairão às ruas com a igreja para participar de ações de testemunho na comunidade. O slogan expressivo para esta campanha é Be the sermon (Seja o Sermão).

Projeto Vida por Vidas – Participar ativamente desta campanha em alguns momentos oportunos ao longo do ano, com doação de sangue (consulte o site vidaporvidas.com ). Acesse: vidaporvidas.com

Impacto Esperança– Participar da distribuição de livros missionários no dia da realização desse projeto missionário, fazendo parte do movimento geral da igreja, mas também ao longo de todo o ano.

 

Judeia:

Missão Calebe – É imprescindível o papel do líder JA para a realização do projeto Calebe na igreja local, na motivação, no treinamento, na organização, estratégia e no comprometimento de todos os membros com este movimento, que hoje é o maior evangelismo jovem ao redor do mundo. Acesse: missaocalebe.org.br

Um Ano em Missão – Incentivar, como igreja, o envio de um jovem selecionado para o projeto OYiM. Como líderes, precisamos investir para que os jovens tenham essa oportunidade que mudará para sempre sua vida e multiplicará a visão missionária em qualquer lugar onde estiverem. Formar uma geração de líderes com um foco missionário claro deve ser prioridade para a igreja local. Acesse: oyim.org

 

Até os confins da Terra:

Serviço Voluntário Adventista– Promover o espírito missionário, incentivando os jovens a alcançar lugares mais distantes. A igreja local deve ser uma agência de envio de missionários para o mundo, motivando os jovens a participar dessa experiência por meio do SVA e preparação na escola Send Me de missões de cada Associação. Acesse: sva.adventistas.org

Sonhando alto: Ellen White foi bem clara quando falou do Ministério das Publicações para os jovens e o potencial que ele tem para desenvolver as competências e habilidades da juventude para o cumprimento da missão. Acesse: adventistas.org/pt/publicacoes/projeto/sonhando-alto

ADRA: Existem projetos de voluntariado de curto e longo prazos, a fim de que os jovens possam se engajar na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais. Acesse: adra.org.br

Para conhecer mais e se prepararem melhor para servir nossos jovens, participe você também do Programa de Desenvolvimento de Líderes e coloque no seu coração a meta de ser investido como líder de jovens. Acesse o site liderja.com e também baixe o aplicativo Líder JA para acompanhar de perto as novidades e recursos para melhor liderar a juventude de sua igreja local.

O leque de oportunidades e projetos são os mais variados e criativos possíveis para engajar nossa juventude numa experiência de comunhão com Deus, os outros e o comprometimento com a missão de salvar pessoas. Cabe a nós, como líderes, incentivar e promover o engajamento de nossos jovens nesses diferentes movimentos. Acreditar na juventude e em seu potencial é fundamental para ter o verdadeiro sucesso com eles e por meio deles. Demonstrar de maneira clara que existe uma preocupação por eles e que juntos queremos fazer uma igreja para todos é algo essencial. Se tivermos foco e empenho nesta direção, conseguiremos fazer de cada jovem um discípulo e um missionário.

One Comment

  1. Liomara dos Santos Pereira
    15 de dezembro de 2019 at 08:54

    Ótimo tema precisamos abreviar a volta do nosso Salvador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *